Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
  • Ricardo Adriano do Nascimento

Vozes que se calam diante da violência contra a mulher


Vários gritos estão sendo ecoados por todos os recantos de sua cidade, sem denominação urbana, mas sim, são os gritos do medo, do horror e do pedido de socorro de mulheres que tiveram suas auto-estima e auto-confiança roubadas por um único homem, medíocre e covarde.


Enquanto escrevo estas linhas, tentando alertar a população, pela covardia que está sendo aplicada a muitas mulheres na nossa cidade, na sua cidade, estas mesmas mulheres neste exato momento, continuam sendo números para as estatísticas da violência doméstica, psicológica, moral, financeira e tantas outras formas, que destroem a humanidade existente dentro destas pessoas que clamam por socorro.


A cidade de Caraúbas, não é diferente de qualquer outro lugar deste país, aqui tem pessoas que se omitem em mostrar a realidade, nua e crua, de como muitas mulheres são tratadas no ambiente em que elas deveriam chamarem de lar.


Aqui ouvimos histórias que não cabe na cabeça de uma pessoa que entende, que ninguém é dono de ninguém. Alguém que está pedalando e tem um carro atropelando-a por um ex-marido; pai que agride violentamente sua filha; outra que todos os dias apanha de um medíocre; outra que teve a sua história roubada por um covarde que diz ser homem e, coloca em seu status de rede social, que a justiça é feita por Deus (nisso ele tem razão), com o maior cinismo do mundo.