Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
  • RAN

Ufersa começa a produzir máscaras de proteção para profissionais de saúde


Mais uma força tarefa foi montada pela Ufersa para auxiliar no combate a pandemia do COVID19. Dessa vez, a Universidade está com um trabalho de produção de máscaras de proteção direcionadas aos profissionais de saúde de Mossoró, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros.


As Face Shields – como são conhecidas as máscaras – funcionam como um equipamento de proteção individual extremamente seguro que evita o contato com gotículas, salivas e fluídos nasais que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos. As peças previnem o contágio contra vírus, bactérias e outras contaminações.

Em Mossoró, as máscaras estão sendo produzidas por seis impressoras 3D no Laboratório de Ciência da Computação. Segundo o professor Leonardo Casillo, que está a frente desse trabalho, as impressoras são do Centro de Engenharia, do CITED e do próprio laboratório de computação. As máquinas estão funcionando uma média de 12 horas para produzir uma média de 25 peças. “Estamos trabalhando com esse tempo para não sobrecarregar as impressoras e danificá-las, mas se for necessário podemos verificar a possibilidade de deixar mais horas funcionando”, explicou o professor Casillo.


Na prática, as impressoras 3D produzem as tiaras que são ajustadas às cabeças das pessoas. Nessas tiaras são fixadas folhas grossas de acetato e elástico. Após toda a produção, as peças são higienizadas e depois ensacadas para o envio. As máscaras produzidas pela Ufersa serão destinadas aos profissionais das unidades básicas de saúde de Mossoró. A professora do curso de medicina, Andrea Taborda, deve fazer o planejamento de como será essa distribuição. Só na Ufersa Mossoró são 10 pessoas, entre professores, técnicos e alunos, envolvidos nessa linha produção.

MÁSCARAS NOS CAMPI – Além de Mossoró, impressoras 3D também estão produzindo as face shields nos campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros. As peças serão destinadas as unidades básicas locais de saúde. E assim como Mossoró, professores, técnicos e alunos dos três campi da Ufersa estão trabalhando nesta iniciativa de combate ao COVID19.


Portal UFERSA

19 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com