Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
  • RAN

Médico da linha de frente da Covid-19 é preso por exercício ilegal da profissão no interior potiguar

Polícia Civil investiga, ainda, outros cinco médicos, além da empresa que presta serviço terceirizado de profissionais de saúde para Porto do Mangue

A Polícia Civil de Porto do Mangue, na Costa Branca potiguar, prendeu um médico que atuava ilegalmente na linha de frente da Covid-19 no hospital do município, nesta quinta-feira (11). O homem, formado em medicina no Paraguai, não possuí Revalida - documento que autoriza formados fora do Brasil a atuar no país - e utilizava o CRM de um médico de São Paulo.


O delegado Renato Oliveira, que comandou a ação com mais quatro agentes, informou que o criminoso foi encaminhado para delegacia de Areia Branca, onde permanece preso e responderá pelos crimes de falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão. "A operação garantiu a segurança e a saúde da população neste período de pandemia, visto que até os médicos formados estão com dificuldades de exercer a atividade, imagina aqueles que não têm habilitação, responsabilidade e moral para enfrentar esta crise sanitária", comenta.


Agora RN

35 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com