Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
  • RAN

Defesa Civil de Caraúbas-RN relata dois tremores de terra em menos de uma semana



Em duas semanas distintas, mas separados no intervalo de quatro dias, dois abalos sísmicos (1.8 e 2.0 na escala sísmica) foram sentidos na zona rural da cidade de Caraúbas-RN, tendo seu epicentro localizado na região de Baixa Grande, sentida nas comunidades de P.A. Petrolina, 1° de Maio e Galho do Angico. Algumas pessoas relatam que também sentiram no horário dos epicentros estrondo na zona urbana da cidade.


O Coordenador de Proteção e Defesa Civil de Caraúbas, Ricardo Adriano, informou de que a DC local está em constante contato com a LabSis (Laboratório de Sismologia da UFRN), com o sismólogo Eduardo Alexandre que monitora estes eventos em todo o RN e parte de outros estados vizinhos, com incidências em todo o país.


Segundo informações do sismólogo é de que estes abalos são provenientes de falhas geológicas que entram em atividades e isso se dá em função das pressões internas que sofrem em seus movimentos. O problema nesse fenômeno é que não são previsíveis e podem ocorrer em qualquer lugar e hora, como sua magnitude.


"Na região de Caraúbas temos uma área que vem ocorrendo estes tremores, ainda não foi possível fazermos um estudo detalhado da área, estamos tentando viabilizar este estudo o mais breve possível, sabemos da importância desses tremores para a região e até ficamos devendo esta resposta científica a população. Vamos tentar, em um tempo mais breve, fazer este estudo colocando estações na região para fazermos um monitoramento mais detalhado", disse Eduardo Alexandre, sismólogo da UFRN.


A hora registrada na tabela é para +3h, no caso para nós -3h

O primeiro tremor de terra registrado na região de Caraúbas-RN ocorreu as 18h24, hora local - 14/05/2020 (21:24 h utc 14/05/2020) e teve a magnitude preliminar calculada em 1.8 na escala sísmica. O segundo tremor foram registrado 4 (quatro) abalos: 0h28 (1.0), 0h31 (1.0), 1h45 (2.0) e 6h25 (1.0).


O LabSis/UFRN vem mantendo um monitoramento permanente dessa atividade visando obter dados que permitam informar a sociedade sobre o que realmente está ocorrendo na região e que servem para orientar ações de Defesa Civil.

91 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com