Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
  • RAN

Decotelli diz que segue à frente do MEC e defende ‘enfeites’ no currículo


Carlos Alberto Decotelli afirmou na noite desta segunda-feira (29) que vai assumir a cadeira de Ministro da Educação. "Sou ministro, tenho trabalhos agora e vou tentar corrigir trabalhos de Enem, Sisu. Não tem nenhum arrependimento. São correções em relação a textos", disse em conversa com jornalistas.
Anunciado para o comando da pasta na semana passada, o professor teve de se explicar com relação à descoberta de plágio em sua dissertação de mestrado e ainda sobre os títulos de doutorado e pós-doutorado que constam em seu lattes, mas que foram desmentidos pelas universidades de Rosário, na Argentina e de Wuppertal, na Alemanha.
Decotelli afirmou que quando escreve é preciso ter "disciplina mental" também para revisar e mencionar o que citar. "Cuidado. É possível haver distração? Sim, senhora. Hoje, a senhora tem mecanismos para verificar, [tem] softwares. Mas naquela época, pela distração... Não houve plágio, porque o plágio é quando faz 'Control + C, Control + V', e não foi isso", justificou.

Congresso em Foco

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com